UMA BESTEIRA NÃO TÃO BESTA…

E então é preciso reatar a emoção…

Você percebe no amor muitas emoções, é um calor que aquece o coração e se intensifica, aperta o peito até doer, é um sentimento esquecido por muitos e uma palavra banalizada por vários outros.

É falta de sensibilidade e sobra de si próprio, é parte egoísmo e outra egocentrismo, dizem que é coisa de mulher chorar com histórias dramáticas, até você estar naquela situação e ser o próprio martírio vivendo de uma constância de abismo.

No fundo pode ser besteira, mas para mim é falta, falta de sentimento, é muito pouco tempo para se deixar viver sem medo, sem planos, é falta de sair por aí sem olhar o ponteiro e apenas sentir, não há segredo, nem fórmula, apenas deve haver uma vontade de se tele transportar em pensamento e se conectar com o da outra pessoa através de olhares.

Gostar de alguém é lembrar do quanto a felicidade toma conta de uma ação dentro de um único momento, é esperar pelo outro com pressa para sentir uma calmaria de paz chegar, SEJAMOS sinceros, na realidade é uma besteira até que não tão besta, porque no fundo é uma delicia se embriagar desta combustão de sentimentos, mas estar lúcido e repleto para declarar um eu te amo sem precisar dizer, afinal sentimento não é necessariamente fala.

Algumas pessoas estão tão rodeadas por si próprias que quando algo bom passa ao seu redor não percebem, imaginem ali dentro, há tanta bagunça que se encontrar algo já foi tarde e passou, há tanta solidão mesmo ao redor daqueles cercados, há sentimentos trancados mesmo naqueles que transparecem felicidade, há mais ilusão de ótica do que se imagina.

Não seja quem camufla as emoções, não abafe sua vida em si  por ter medo de vive-la! Seja quem arrisca, quem diz eu te amo sem medo de não ouvir de volta, seja quem tem o não, mas aceita uma segunda, terceira opinião… Seja aquele que busca o sim e acrescente algo mais que seus empecilhos!

Olhe mais que ao redor de um umbigo, vista o incrível e se encante, reate suas emoções, não as confunda, nem as banalize, mas se permita sentir, a vida é breve e sentir nada é como se perder sem ter saído, é como morrer sem ter vivido.

#ConselhosDeUmaMatracolina Naiara Cristina

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s