SAIA LÁPIS – UM DIA EM VINHEDO

Aproveitei o cenário da cidade de Vinhedo para trazer algumas fotos do look que usei num evento…DSC_0001

Adoro quando consigo usar uma peça que antes eu acreditava que não ficaria legal e então o resultado é de muitas fotos com muito amor!

DSC_0006

Estava friozinho por causa do horário da manhã, então comecei registrando com um casaco mais quente.

DSC_0012

"A saia lápis marca a cintura, mas também alonga o corpo!"

Optei por um tênis para ganhar uma composição mais despojada por causa do local e pelo conforto. DSC_0074Entrego que usei uma combinação de blusa mais soltinha com um cardigan por baixo para conseguir usar o look nesse dia mais friozinho. DSC_0113

 

No final tive a sensação de um estilo meu, romântico, leve e simples que se infiltrou perfeitamente naquele dia delicia!

E você o que achou? Já tentou usar esse tipo de saia? Ou melhor, já usou algo que achou que não combinaria com seu estilo e no final amou?!

Me conte aqui em baixo! 🙂 ❤️ (conta mesmo viu!!!) 😘😘😘

UM DIA ALGUÉM VAI LER…

livro

Começo em um momento qualquer de reflexão, gosto muito de fazer essas coisas, refletir, viajar sem fronteiras e escrever, as pessoas deixam seu marco de alguma forma, seja para uma, duas pessoas, ou muitas, ninguém está simplesmente de passagem, ou não quer estar, é assim primeiramente acima de tudo que quero me sentir, quero fazer algo que gosto muito transbordar, resumindo, quero que alguém possa sentir algo bom ao estar lendo, assim como ter escrito me fez sentir, quero que ele se encontre no texto como se houvesse sido deixado em sua cabeceira para que assim no momento em que mais precise, esteja ali pronto para ser lido.

Às vezes eu sou meio invasiva, é algo que estou trabalhando para não ser, porque tenho aprendido que só é permitido dizer a verdade quando ela é solicitada, apenas é correto ser sincero, se isso me foi requerido, pois existe uma linha de liberdade e intromissão, se você não atravessou essa linha, será um intruso dizer qualquer coisa mesmo que pareça o bem!

Carregamos valores, sólidos que nos movem, nos tornam batalhadores e convictos de nossas ações, somos formadores de opiniões e princípios, mas estes valores nos fecham as vezes e talvez, nem sempre estamos na razão, por isso é necessário reconhecer, pedir licença e sair, nem sempre o estar certo é o certo como em tantas coisas, há sempre mais de uma opção, enfim, esse texto é apenas uma deixa, pra dizer que fazemos coisas por simplesmente gostar de fazer, isso não está errado, nem é ridículo, errado é construir coisas em cima de cobiçar o que as pessoas possuem, errado é querer deixar que algo que brilha mais forte em nós se ofuscar simplismete pelo medo de tentar, insegurança eu diria, sempre ela que nos faz agir contra nossa essência de realizar algo, por achar que alguém vai te chamar de tolo, ou dizer que você está fazendo mais uma modinha. 

E então aquela luz se apaga, a porta que você podia abrir para convidar de coração as pessoas a entrar, se fecha e você nesse minuto da tranca, descobre que se tornou a maioria, que prefere implicar, ao invés de tentar ser diferente, por você, por quem você quer ser, mesmo que hoje não seja responsável por ninguém, um dia de fato vai ser e tudo que aprender vai passar por um ser humano dependente de você, uma vida que vai precisar sonhar, acreditar, buscar e sentir em você a mesma energia que transfere ser real, sendo!

Não é fácil reconhecer quando se está errado, ou parar de apontar, não é fácil tomar as rédeas e ser alguém melhor, mas eu acredito em objetivos, acredito em perseverança e em que somos capazes de algo melhor do que preferir acreditar no contrário, eu me proíbo de justificar a incapacidade quando se há determinação.

Enfim, não importa neste momento dizer muito, importante é saber que um dia alguém vai passar por esta página e talvez retire algo do que precise, se isto acontecer será suficiente, se vai voltar, estará utilizando seu poder de decisão, sua opção de escolha, porque todos temos uma escolha, julgar, ignorar ou realmente gostar! Porque um dia, alguem vai simplismente ler… e escolher entre ficar ou ir!

Espero que fique… beijos da Matracolina … Naiara Cristina

UMA BESTEIRA NÃO TÃO BESTA…

E então é preciso reatar a emoção…

Você percebe no amor muitas emoções, é um calor que aquece o coração e se intensifica, aperta o peito até doer, é um sentimento esquecido por muitos e uma palavra banalizada por vários outros.

É falta de sensibilidade e sobra de si próprio, é parte egoísmo e outra egocentrismo, dizem que é coisa de mulher chorar com histórias dramáticas, até você estar naquela situação e ser o próprio martírio vivendo de uma constância de abismo.

No fundo pode ser besteira, mas para mim é falta, falta de sentimento, é muito pouco tempo para se deixar viver sem medo, sem planos, é falta de sair por aí sem olhar o ponteiro e apenas sentir, não há segredo, nem fórmula, apenas deve haver uma vontade de se tele transportar em pensamento e se conectar com o da outra pessoa através de olhares.

Gostar de alguém é lembrar do quanto a felicidade toma conta de uma ação dentro de um único momento, é esperar pelo outro com pressa para sentir uma calmaria de paz chegar, SEJAMOS sinceros, na realidade é uma besteira até que não tão besta, porque no fundo é uma delicia se embriagar desta combustão de sentimentos, mas estar lúcido e repleto para declarar um eu te amo sem precisar dizer, afinal sentimento não é necessariamente fala.

Algumas pessoas estão tão rodeadas por si próprias que quando algo bom passa ao seu redor não percebem, imaginem ali dentro, há tanta bagunça que se encontrar algo já foi tarde e passou, há tanta solidão mesmo ao redor daqueles cercados, há sentimentos trancados mesmo naqueles que transparecem felicidade, há mais ilusão de ótica do que se imagina.

Não seja quem camufla as emoções, não abafe sua vida em si  por ter medo de vive-la! Seja quem arrisca, quem diz eu te amo sem medo de não ouvir de volta, seja quem tem o não, mas aceita uma segunda, terceira opinião… Seja aquele que busca o sim e acrescente algo mais que seus empecilhos!

Olhe mais que ao redor de um umbigo, vista o incrível e se encante, reate suas emoções, não as confunda, nem as banalize, mas se permita sentir, a vida é breve e sentir nada é como se perder sem ter saído, é como morrer sem ter vivido.

#ConselhosDeUmaMatracolina Naiara Cristina

ACREDITE NO SONHO QUE SE TEM

Tenho tido um intuito constante em buscar tudo que almejo, mas me dei conta de que havia ofuscado as coisas em que acredito e gosto a muito tempo. Essa submissão que temos em torno da rotina nos limita a tantas coisas que quando você pisca seu tempo passou e pouco você lutou pelo que queria.

De repente devemos analisar e abrir mão de certas coisas, eu admito que tenho esta ânsia de querer abraçar o mundo e isto nem sempre é possível, afinal mesmo que nos movimentando sobre uma camada de gelo ainda é preciso escolher uma direção, eu optei por este projeto de escrever e viver outras coisas, pode ser que possa dar certo ou não, mas sinceramente está é a menor que tenho das preocupações, a maior é me sentir bem mais leve por fazer o que gosto, independentemente que isto pareça algo ameno para algumas pessoas. Mas para mim se trata de um recomeço um encontro comigo mesma, algo que você veste a alma e decidi que vai ficar assim por muito, muito tempo.

A parte interessante é que alguém poderá ler, me achar louca ou pior, se identificar com essa mesma necessidade… Talvez, mas eu acredito que…

…Nunca deixe que lhe digam que não vale a pena
Acreditar no sonho que se tem…

Mais Uma Vez – Renato Russo

Ao ouvir algo assim, algo tão bom que conquistou uma legião, eu percebo nesta situação como tantas outras que alguém disse para si mesmo o que precisava ouvir e isso repercutiu um eco tão grande que muitas pessoas puderam alcança-lo. São coisas assim que nos fazem diferentemente iguais, a vantagem de não ser igual a nada, mas ter afinidades que te ligam em algum momento ou encontro da camada de gelo.

Esse espaço é o eco que voluntariamente busca pessoas com a mesma afinidade, conselhos, amizades, descobertas… O mundo não é uma “merda” as mesmices é que o tornam tão vago e oco.

Ofereça mais do que busca e encontre mais do que procura… Acredite no sonho que se tem!

Grande beijo,

Matracolina

Atitudes que entregam uma Matracolina

cropped-cropped-cropped-cropped-matracolina33.png

sobreporVocê já deve ter se questionado inúmeras coisas, mas neste exato momento você deve estar se (me) questionando, mas o que seria Matracolina? Pois é, me diga você quais destes sintomas reconhece:

  1. Você conversa sozinha quase parte do tempo como se estivesse conversando com uma outra pessoa;
  2. Tem o hábito de tagarelar com balconistas, vendedoras, ou qualquer outra pessoa estranha que lhe dê atenção como quem estivesse falando com uma antiga amiga;
  3. Você se dispersa quando o assunto é pacato e distante do seu interesse, como uma aula que o professor ao invés de dar uma didática acessível e simples prefere persuadir embasando em teoria e leitura de slides; (Haaan? Cuma?…. meu Deus, quero morrer com aulas assim haha)
  4. Quando fica muito tempo (muito tempo do tipo algumas horinhas) sem conversar com alguém começa logo a se sentir solitária e numa oportunidade “papeia” com a pessoa que surgir no máximo o suficiente de uma alta voltagem do seu estado elétrico;
  5. Por acaso você se da conta de que 10 palavras numa conversa com alguém alem de você… 10 foram suas e de um marco de 20… ao menos 19 você pronunciou! (meio espaçosa igual o Faustão? Imagina só 100% que sim);
  6. E naqueles momentos em que nos remetemos a duvida cruel de opções e questionamos para quem esta do nosso lado, porem quando você percebe antes mesmo que a pessoa responda você mesmo respondeu sua própria pergunta?! Tipo Han? Força do hábito? Caramba Meew!
  7. E tem alguns casos mais sérios, que alem de tagarelar de dia, também é “Matracolina” durante o sono, sonambulismo?! Há… Isso é apenas uma desculpa, contar a vida leva tempo, por isso é bom não desperdiçar nem as horas da soneca…

Nossa quantos sintomas preocupantes e que passam despercebidos pela maioria das pessoas, ainda bem que sou super de boa(hahaha), afinal desses 7, 6 é certeza que já pratico!!

E você? Se identificou?

Pois é,  “Matracolina” vem do sentido de falar de mais, tagarelar!

Estou de plantão, para ouvir, contar e reinventar a vida que a gente pinta!

Beijinhos e bem vindas!

À MATRACOLINA DE PLANTÃO

Oii Gente, bem vindos ao espaço de uma tagarela de Plantão…

Matracolina

Sabem, ultimamente tenho ouvido falar nas pessoas que não tiveram medo em ser quem realmente eram, que os sonhos são parte do que temos para sairmos de onde estamos e reagir contra o que não concordamos…
62747-lg-62739-decorative-floral-ornament

Disse a um bom tempo atrás a mim mesma:

E quando te perguntarem como é possível, vou sorrir e dizer, que o propósito de Deus é mais forte do que a incerteza da humanidade!

Pois é, essa frase me veio como um sentido que busquei para conflitos comigo mesma e quando a deixei disponível (no Pensador) sem divulgar para ninguém, vi o quanto é possível ligar algo no que acredito á algo real que pode ser consumido por tantas outras pessoas.

Precisamos disso, acreditar em algo que não seja falso, que seja um novo conto e que este pode ser real…

Bem vindos à mente louca e cheia de sonhos alem da soma…

Espero poder sempre retribuir com carinho e atenção todas vocês,

Um grande beijo…

Nai Cristina