AS LUZES DA CIDADE

O que é tão lindo na inocência de uma criança, é que ela não mensura valor, por isso, por não mensurar é que a forma com que olha as coisas é tão verdadeiro! Uma recordação da minha infância... Eu morei no sítio até meus 19 anos, e apesar de gostar muito de lá, amava vir… Continue lendo AS LUZES DA CIDADE

UM DIA ALGUÉM VAI LER…

Começo em um momento qualquer de reflexão, gosto muito de fazer essas coisas, refletir, viajar sem fronteiras e escrever, as pessoas deixam seu marco de alguma forma, seja para uma, duas pessoas, ou muitas, ninguém está simplesmente de passagem, ou não quer estar, é assim primeiramente acima de tudo que quero me sentir, quero fazer… Continue lendo UM DIA ALGUÉM VAI LER…